fbpx

Então resolvemos mudar de país, achamos que tudo será lindo, só flores e mil maravilhas não é? Na real, não é bem assim, temos que lidar com o choque cultural, com as novidades, reiniciar muito do que aprendemos na vida.

Mudar de país, é uma experiência que envolve sair da bolha que vivemos a vida inteira, e eu explico, a bolha é, ou melhor era, o nosso bairro, a nossa rotina, o padrão do que vivíamos.

Se parar pra pensar bem, temos o hábito de fazer as coisas no mesmo padrão. Ir no mercado e comprar as mesmas marcas, ir para o trabalho no mesmo horário, ter a família por perto para recorrer em caso de problemas, sabemos como fazer tudo, porque já crescemos aprendendo e vendo os adultos cuidando de tudo.

Aí você chega no novo país e precisa (re)aprender a lidar com esse choque cultural e a adaptação, o que comprar no mercado, a ser uma pessoa nesse país e em se tratando de Portugal, tem que aprender novas palavras no Português e seus significados.

1. Português Brasil e Português Portugal

O primeiro choque, e talvez, o principal é com a língua portuguesa. Dava para fazer um artigo só sobre a diferença linguística, as palavras, o sotaque, as expressões. Mas, vou deixar aqui, algumas palavras principais que geram confusão para uma pessoa que acabou de chegar.

E você logo vai descobrir que a maioria dos portugueses dizem que a língua que falamos é o brasileiro e que eles falam o português.

Esse é um assunto polêmico e causa debates. Eu mesma sou da opinião que tudo é português, porém cada país com seu sotaque. Da mesma forma que existe inglês americano, britânico ou o australiano, por exemplo.

Essa imagem é da escola Portuguese Language Centre

Já deixo umas recomendações. Não chame as pessoas de moço ou moça, aqui significa uma pessoa irresponsável, que não quer nada da vida. Usam muito chamar de Menina para as mulheres, não importa a idade. E Senhor, para os homens.

Durex é a marca do preservativo, aqui precisa dizer, fita cola. E nunca, em hipótese nenhuma, diga que precisa de um bico para ganhar dinheiro. Bico aqui é sexo oral. A melhor forma é dizer que precisa de um freelance ou trabalho temporário para ganhar dinheiro.

Evite usar o “você” ao falar com alguém, o português de Portugal é mais formal e as pessoas se tratam por “tu”, usam a terceira pessoa. Exemplo: “Como vai a Jéssica?” ao invés de “como vai você?”.

2. Palavrões

O uso de palavrões, também, é muito diferente por aqui. Algumas palavras que são usadas de forma negativa e pejorativa são usadas aqui em situações comuns de raiva: fodas, caralho, caraças.

Então não se assuste quando ouvir alguém falando fodas perto de você.

3. Estudar e Trabalhar

Muitos brasileiros vem para Portugal com o visto de estudante e pensam em trabalhar para se manter aqui. Depende muito do seu curso, se é graduação ou doutorado e os horários.

Para os portugueses não é tão comum trabalhar e estudar, a maioria das graduações possuem aulas diurnas e a tempo inteiro, pela manhã e tarde. Ainda são raros os cursos noturnos.

Um curso de graduação na universidade tem a duração de três em anos, enquanto no Brasil são cinco anos. Se o curso for de graduação com mestrado integrado, a duração do curso é de cinco anos. A maioria dos jovens saem das universidades com 21 anos.

4. Ensino escolar

O ensino no Brasil, o ensino é classificado como ensino fundamental e médio. Em Portugal é ensino básico e secundário, nesse último, os adolescentes já escolhem quais matérias querem estudar mais e que sejam relacionadas com o curso que farão na universidade.

E um ponto crucial, os portugueses em sua maioria, já saem da escola falando inglês e francês. O ensino de outras línguas começa desde os 5 anos, a idade obrigatória para as crianças estarem na escola. Esse é um dos pontos positivos para quem pensa em educar os filhos em Portugal.

5. Portugueses são grossos?

Uma pergunta que sempre me fazem é se os portugueses são mesmo grossos. Nunca achei isso, a diferença nesse caso é mesmo cultural, é o choque cultural na prática. Está no jeito de se relacionar com as pessoas.

Os brasileiros, em sua maioria, gosta de conversar, vira amigo de alguém na fila do banco e nos primeiros cinco minutos de conversa, já contou a vida toda a pessoa. Temos o costume de falar com jeitinho, dar muitas voltas para falar “Não” ou tratar de um assunto mais delicado.

Os portugueses são mais discretos, observam muito, falam menos e são mais práticos e diretos para falar ou fazer o que é preciso, o que gera a interpretação de grosseria,

Por exemplo, se precisam falar não, é não e pronto sem dar explicação. Se precisam faltar ao trabalho, eles falam o motivo sem contar a história toda por trás.

6. Ambientes públicos

Os brasileiros são animados, agitados, falam bastante e muitas vezes falam muito alto, em um ambiente público, eventos ou restaurantes, se quiser achar um brasileiro é só procurar essas características.

Os portugueses falam que parece que estão brigando, mas é apenas o jeito de conversar. E como são mais discretos, raramente, verá um grupo de portugueses falando muito alto.

7. Banco

Os bancos aqui não possuem porta giratória, filas enormes e quando abre uma conta, não terá uma agência especifica para tratar dos seus problemas bancários, pode ir em qualquer uma.

Nas ruas existem muitos caixas eletrônicos, que funcionam 24h e sem taxas para levantar o dinheiro, são os Multibancos.

8. Bomba de gasolina

Se você for dirigir por Portugal, precisará abastecer o carro e aqui não existe frentista. Você terá que descer do carro, entrar na loja da bomba e realizar um pré pagamento e depois que irá até o carro para colocar o combustível.

Algumas bombas já existem o Multibanco ao lado dos equipamentos, mas ainda não são todos. Existem luvas para evitar sujar as mãos ou papel para usar depois que terminar de abastecer. E uma diferença importante, o Diesel, aqui é gasóleo.

9. Tamanho de roupa e sapatos

As roupas possuem numeração diferentes das que usamos no Brasil. Aqui são Xs, S, M, L, Xl. Em algumas lojas, as calças possuem tamanhos para a cintura e para as pernas, é preciso olhar tudo isso antes de comprar.

Já os sapatos, a numeração fica diferente. O tamanho aumenta duas vezes. Se no Brasil você calça 36, em Portugal o seu número será 38. Claro, que isso depende da fôrma do calçado e o tipo, experimente sempre antes de comprar.

10. Hábito de viajar

Os brasileiros viajam muito mais que os portugueses. Para nós é tranquilo, dirigir horas e atravessar o país, já estamos acostumados porque no Brasil tudo é longe. Somos acostumados a sair da nossa cidade e ir até a cidade maior próxima para trabalhar.

Já em Portugal, é muito comum ouvir dos portugueses que moram fora de Lisboa ou Porto que não conhecem essas cidades. Ou que nunca foram para fora do país.

Com a chegada das redes sociais, muitos brasileiros exploram Portugal e mostram o país de uma forma diferente. Já li e ouvi muitos portugueses dizerem que é muito bom ver como mostramos Portugal e que isso os incentiva para sair e aproveitar mais o próprio país.

O que achou dessas diferenças? Existe muito mais, mas se colocar todas aqui, o texto ficará enorme.

Costumo dizer que viver essas experiências nos muda de dentro pra fora. Sempre digo, que todo mundo deveria mudar de país, pelo menos uma vez na vida, mesmo que seja uma mudança rápida, como para um intercâmbio, por exemplo. O quanto esse choque cultural te afeta não tem como explicar, só viver!

Tem alguma dúvida sobre o choque cultural em Portugal ou alguma sugestão pra acrescentar? Deixe seu comentário aqui abaixo e siga a nossa página lá no Facebook e no Instagram!

Até a próxima! 😉

0

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Para usar avatar, cadastre-se com seu email em gravatar.com

Assine nossa newsletter!

Nunca mais perca um post e fique por dentro de todas as novidades do blog.

Atualmente em:

Lisboa - Portugal
siga @tasaver.pt